Ads 468x60px

sexta-feira, agosto 13, 2010

Amor a distancia


                           No amor

Quem nunca teve um "amor de verão"? Algumas pessoas depois de conhecer alguém especial durante as férias ou em uma viagem qualquer, apostam no relacionamento à distância, mesmo com todas as desvantagens que ele oferece.

O que acontece mais cedo ou mais tarde é que no momento de terminar os estudos ou mudar de emprego e regressar ao país de origem, fica uma decisão difícil de ser tomada. Será que vale a pena investir em um relacionamento amoroso à distância? Será que aquele dito popular “longe da vista, longe do coração” vai ameaçar o Amor?



Quem ouve falar em relacionamentos à distância fica logo assustado. Muitos casais tomam logo aí, a decisão de terminar o namoro, outros decidem dar uma chance e se visitam regularmente até o amor esfriar, outros se visitam regularmente e vivem eternamente no limbo da indecisão, e alguns casais decidem fazer a pergunta:
“Vamos para o seu país ou para o meu?”



Conversas pelo telefone, MSN, Skype, cartas e visitas que variam de uma semana para mais de um mês resumem a rotina de quem opta namorar alguém que vive em outra cidade, estado ou até país.


“Tudo vale a pena, quando a alma não é pequena”! Se é para sempre ou não, isso fica entregue ao destino e ao Amor!







4 comentários:

  1. Realmente, Mayara,

    Vai depender muito da personalidade dos envolvidos. Tive um relacionamento assim, há algum tempo. Era incrível, muito bom mesmo. As emoções era reais, o desejo de estar perto, de ver... E quase fiquei doido!!!!!! rsrs

    Pra mim, tem que estar ao alcance das mãos, dos lábios. Tem que ter um ombrinho no final do dia, numa conversa legal, muitas risadas, um cafezinho... enfim. Geografia, para mim, acaba mesmo sendo um empecilho.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. é verdade, mas se tiver um amor grande eles enfrentam tudo para que de certo
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu já passei por essa experiência e tive muita sorte de ter me relacionado com a pessoa e até hoje somos amigos, mantemos contato por telefone, por e-mail e raras vezes pelo MSN. Eu acho que o mais importante é ter afinidades e nada de promessas futuras, de fazer planos compulsivamente. É preciso viver o agora e deixar as coisas acontecer naturalmente, sem desesperos. O planeta Terra é redondo, não é? Então...

    ResponderExcluir
  4. Marcos
    Concordo com vc, nada de promessas é só deixa acontece naturalmente

    ResponderExcluir